As Montanhas de Itatiaia - Parque Nacional de Itatiaia


- Pico de Agulhas Negras 2791m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)
- Morro do Couto 2685m (Serra da Mantiqueira-Itatiaia, RJ)
- Pedra do Sino de Itatiaia 2670m (Serra do Itatiaia, MG)
- Pedra do Altar 2665m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)
- Pico Sem Nome (N7525,8 E534,4) 2650m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)
- Pedra da Coroa 2640m (Serra do Itatiaia, RJ)
- Asa de Hermes 2630m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)
- Pico Maromba (ou Alto do Marimbondo) 2619m (Serra do Marimbondo, RJ)
- Morro Massena 2609m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)
- Pico Sem Nome (N7525,1 E533,9) 2600m (Serra do Itatiaia, RJ)
- Pedra Furada 2589m (Serra da Mantiqueira-Itatiaia, MG/RJ)
- Morro da Antena 2585m (Serra da Mantiqueira-Itatiaia, RJ)
- Alto da Serra Negra 2572m (Serra Negra, MG)
- Morro Massena Noroeste 2565m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)
- Pico de Prateleiras 2548m (Serra das Prateleiras, RJ)
- Pico Cabeça de Leoa (ou Falso Cabeça de Leão) 2483m (Serra do Marimbondo, RJ)
- Morro Maromba Sul 2479m (Serra do Marimbondo, RJ)
- Pedra Assentada (ou Pedra Sentada) 2453m (Serra das Prateleiras, RJ)
- Pedra Cabeça de Leão 2430m (Serra do Marimbondo, RJ)
- Pico do Gigante 2190m (Serra do Alambari, RJ)
- Pico do Ovo 2085m (Serra do Alambari, RJ)
- Pedra do Picu 2050m (Serra do Picu, MG)


Acima, fiz uma lista das maiores e/ou principais montanhas do maciço de Itatiaia. Mais abaixo, descrevo um pouco sobre cada uma delas, fazendo também um breve relato de como subir e um pouco sobre a experiência que tive nelas. Muitas destas montanhas, já faz vários anos que subi pela última vez, e portanto podem estar com algumas informações desatualizadas. Assim, peço que os leitores deixem seus comentários ao final da postagem, fazendo as possíveis correções necessárias e também contando suas experiências para enriquecermos as informações. Obrigado!



Parte central do maciço de Itatiaia, com as principais montanhas indicadas.



Parte leste do maciço de Itatiaia, com as principais montanhas indicadas.


Vista do maciço de Itatiaia desde a Serra Fina.



Vista do maciço de Itatiaia desde a Serra Fina.



Vista do maciço de Itatiaia desde a Serra da Bocaina.


Vista do maciço de Itatiaia desde o Pico Maromba (2619m).



Vista do maciço de Itatiaia desde o Pico do Ovo (2085m).



MONTANHAS DE ITATIAIA


Agulhas Negras 2791m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)

Esta bela montanha, localizada na divisa dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, é a mais alta do maciço de Itatiaia. Até pouco tempo atrás, sua altitude estava calculada em 2787,4m, e acreditava-se ser a montanha mais alta da Serra da Mantiqueira. No entanto, com as novas medições realizadas no início dos anos 2000, verificou-se que a Pedra da Mina é na realidade o ponto mais alto da Serra da Mantiqueira. A nova altitude calculada para o Pico de Agulhas Negras é de 2791,55m.

Agulhas Negras é uma montanha com vários cumes, onde podemos destacar 4 cumes principais, conforme a seguir:
- Itatiaiaçu 2791m (e também a Pedra do Cruzeiro 2790m)
- Cume Sul 2780m
- Pontão Ricardo Gonçalves 2770m
- Cume Norte 2762m

Logo ao norte destes 4 cumes principais, ainda no maciço de Agulhas Negras, há 2 grandes platôs, conhecidos como:
- Chapada da Lua Primeiro Andar
- Chapada da Lua Segundo Andar

A primeira vez que subi o Pico de Agulhas Negras foi em julho de 1991, pela via Normal. Essa montanha sempre foi cenário de belos passeios e escaladas. Numa ocasião, em 1997, fiz um bivaque no cume: foi uma noite fria, mas que garantiu um visual incrível. A seguir estão listadas algumas das vias que tive a oportunidade de conhecer, que dão acesso fácil aos principais cumes de Agulhas Negras:
- Via Normal: Segue por uma grande canaleta, na face oeste da montanha, e dá acesso à Pedra do Cruzeiro. Posteriormente pode-se acessar também o Itatiaiaçu (onde encontra-se o livro de cume).
- Via Pontão (ou Pontal): É a via mais frequentada de Agulhas Negras para acessar seu cume principal. Sobe por uma larga canaleta, pela face oeste da montanha, à esquerda da via Normal. Alcançando o final da canaleta, dobra-se à direita para subir ao cume principal (Pedra do Cruzeiro e Itatiaiaçu), ou à esquerda para subir o Pontão Ricardo Gonçalves (onde há uma via de IV grau, 20 metros, para chegar ao cume).
- Via Oba-Oba: Inicia no meio da canaleta da via Pontão e dá acesso à Pedra do Cruzeiro, através de uma escalada de IVsup. As chapeletas da via podem ser visualizadas na parede do lado direito, para quem está subindo a via Pontão.
- Via Sul: A partir do início das vias Normal e Pontão, deve-se contornar a montanha pela direita e subir pela face sul. O cume Sul pode ser acessado facilmente através desta via (para chegar ao topo, há um lance curto, de uns 4 metros, de III grau). Em seguida pode-se acessar também o cume principal (Itatiaiaçu e Pedra do Cruzeiro). A descida mais fácil é feita pela via Pontão.
- Via Nordeste: Deve-se atravessar o colo entre a Asa de Hermes e Agulhas Negras e, uma vez alcançado o “lado de trás” da montanha, deve-se seguir em direção ao colo entre os cumes Pontão Ricardo Gonçalves e Pedra do Cruzeiro/Itatiaiaçu (o colo é atingido pelo leste – lado oposto ao da via Pontão). A partir daí sobe-se à Pedra do Cruzeiro e Itatiaiaçu pelo mesmo caminho da via Pontão.
- Via Formigueiro: Após subir a rampa principal da via Pontão, deve-se fazer uma travessia à esquerda até atingir a grande canaleta que separa o cume Norte do cume onde está o Pontão Ricardo Gonçalves. Sobe-se até o colo entre estes dois cumes e, então, virando à esquerda, pode-se atingir o cume Norte de Agulhas Negras.





Agulhas Negras: detalhe das fendas que dão origem ao nome da montanha.



Pico de Agulhas Negras (2791m), pouco antes do nascer do sol.



*****


Couto 2685m (Serra da Mantiqueira-Itatiaia, RJ)

É a segunda montanha mais alta do maciço de Itatiaia. Seu cume é muito fácil de ser alcançado e proporciona uma bonita vista do maciço de Itatiaia, maciço da Serra Fina e Vale do Paraíba.

A primeira vez que subi o Morro do Couto foi em julho de 1991, pela face nordeste, traçando uma linha reta desde a estrada de terra, pois não conhecia a trilha de acesso. Já na descida encontramos a trilha (via Normal), que segue ao noroeste da montanha, passando por uma pequena antena e continuando em direção ao Morro da Antena (antena grande). A trilha sai na estradinha que sobe o Morro da Antena. Voltei inúmeras vezes ao Couto, tanto para simplesmente aproveitar o passeio em si, quanto também para escalar as vias que estão numa parede ao lado da trilha, um pouco antes de chegar na antena pequena (para quem está subindo o morro). Esta área de escalada é chamada de Campo Escola Luiz Fernando e conta com várias vias esportivas de diversos graus de dificuldade. Uma belíssima caminhada é a travessia Couto-Prateleiras, que segue por cima da crista, até o Pico de Prateleiras. Há uma trilha, porém ela não é muito clara (é preciso estar atento). Mas o caminho é obvio: deve-se sempre seguir pela crista.


*****


Pedra do Sino de Itatiaia 2670m (Serra do Itatiaia, MG)

A terceira montanha mais alta do maciço de Itatiaia é pouco visitada. É uma montanha esquecida e não muito conhecida pela maioria das pessoas que frequentam o Parque Nacional de Itatiaia. Ela leva este nome devido sua semelhança à um sino, principalmente quando vista desde o leste, e recebe o designativo “de Itatiaia” para não ser confundida com sua xará mais famosa, a Pedra do Sino da Serra dos Órgãos.

A Pedra do Sino de Itatiaia é um grande morro, que pode ser subido por vários lados, embora não haja nenhuma trilha muito clara. A primeira vez que subi foi em 10/10/1999, pela face norte, desde os Ovos de Galinha. E descemos pela crista sudoeste.


*****


Pedra do Altar 2665m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)

A quarta montanha de Itatiaia é bastante conhecida e frequentada. Em uma de suas faces há um enorme paredão de rocha (face sudoeste), enquanto nos outros lados é um morro mais suave, coberto por capim.

A primeira vez que subi a Pedra do Altar foi em julho de 1989, pela trilha (via Normal), que dá acesso fácil ao cume pelo lado sul. Fui várias vezes também para escalar as diversas vias que estão no paredão da face sudoeste. As vias mais conhecidas são a Alexandra (IV A0) e Genesis (IV).


*****


Pico Sem Nome (N7525,8 E534,4) 2650m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)

Esta montanha está ao noroeste da Asa de Hermes, ao leste da Pedra do Altar e ao sudoeste da Pedra do Sino de Itatiaia. Não sei se ela tem um nome, no entanto trata-se de uma montanha independente, além de ser uma das mais altas do Parque Nacional de Itatiaia.

A primeira vez que subi esta montanha foi em 10/10/1999, pelo nordeste, voltando da Pedra do Sino de Itatiaia. E descemos pelo oeste.


*****


Pedra da Coroa 2640m (Serra do Itatiaia, RJ)

Localizada ao sudeste de Agulhas Negras, a Pedra da Coroa não é muito conhecida e nem frequentada. Quando vista, ao lado direito de Agulhas Negras, não chega a chamar muita atenção. No entanto, ela não é um destino tão simples quanto parece. Sua escalada garante um longo dia de montanha.

A primeira vez que subi a Pedra da Coroa foi em 07/07/2002. Para chegar nela, deve-se contornar as Agulhas Negras desde a início das vias Normal e Pontão, seguindo em direção à direita, como quem vai para a face sul (Via Sul). Ao atingir o colo entre Agulhas Negras e a Pedra da Coroa, deve-se procurar o melhor caminho entre os blocos de pedra, até chegar na base da Pedra da Coroa (face noroeste). A subida é feita pela canaleta que atravessa a pedra no meio. Não é necessário equipamento de escalada. Seguimos pela canaleta até o final, onde, atingindo o outro lado da pedra, subimos pela direita por uma rampa até o cume. O retorno pode ser feito todo pelo mesmo caminho, embora eu nunca tenha feito assim. Sempre preferi voltar subindo as Agulhas Negras pela via Sul. Acredito que esta seja a melhor opção (ou pelo menos, é a opção mais bonita). Seguindo pela via Sul, subimos o Cume Sul, em seguida o Itatiaiaçu (passando pelo livro), e então descemos pela via Pontão.


Vista desde o Pico Maromba (2619m).


*****


Asa de Hermes 2630m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)

A Asa de Hermes não é uma montanha propriamente dita. Mas é uma pedra interessante (é incrível a maneira como ela está equilibrada) e é um destino bastante agradável.

A primeira vez que subi a Asa de Hermes foi em 02/04/1996. Deve-se pegar uma trilha que segue à direita (mais abaixo) da trilha que vai para a Pedra do Altar. Depois, é necessário subir a encosta da montanha e contornar à direita, passando por blocos de pedra, até chegar na Asa de Hermes. Para subi-la, há um lance inicial, onde se utiliza um pouco de força nos braços, e então segue-se por uma canaleta até o topo.


*****


Maromba (ou Alto do Marimbondo) 2619m (Serra do Marimbondo, RJ)

O Pico Maromba é uma bela montanha, localizada à leste das Agulhas Negras, e portanto, na parte menos frequentada do Parque Nacional de Itatiaia.

A primeira vez que subi foi em 22/06/2000. A partir do Rancho Caído, deve-se desviar da trilha da Travessia Rebouças-Mauá ou da Trilha Reconter, e subir no rumo leste até a crista. Uma vez atingida, deve-se seguir pela crista, rumo sudeste, até o cume. O Pico Maromba pode ser feito em um dia bastante puxado de caminhada, indo e voltando no mesmo dia, desde o Hotel Alsene ou Abrigo Rebouças. Também pode ser feito como um adendo, durante a Travessia Rebouças-Mauá. Porém, todas as vezes que eu subi o Maromba foram quando estava fazendo a Travessia Rebouças-Serrinha (vide Pico do Gigante, para mais informações sobre essa travessia). Em uma das ocasiões fizemos um bivaque no cume do Pico Maromba, numa noite bastante fria, mas que proporcionou um belíssimo visual.


*****


Morro Massena 2609m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)

Este é o morro que está em frente à guarita de entrada do Parque Nacional de Itatiaia. É uma montanha bastante ampla, extensa e de pendentes suaves.

A primeira vez que subi o Morro Massena foi em 31/03/1996, a partir do Massena Noroeste. E descemos pela face sudoeste, diretamente em direção à guarita de entrada do parque.


*****


Pico Sem Nome (N7525,1 E533,9) 2600m (Serra do Itatiaia, RJ)

Esta montanha está à oeste de Agulhas Negras e ao sul da Pedra do Altar. Para quem olha as Agulhas Negras desde o Abrigo Rebouças, ela pode ser visualizada imediatamente à esquerda de Agulhas Negras e bem mais perto. Não sei se ela tem um nome, no entanto trata-se de uma montanha independente, e que alcança os 2600m.

A primeira vez que subi ela foi em julho de 1991, pelo lado nordeste, a partir da trilha de vai para a Pedra do Altar. E descemos pela face oeste, diretamente em direção ao Abrigo Rebouças. O melhor caminho é pela face nordeste mesmo.


Pico Sem Nome (N7525,1 E533,9) 2600m


*****


Pedra Furada 2589m (Serra da Mantiqueira-Itatiaia, MG/RJ)

É uma montanha de formas bonitas e destaca-se por estar relativamente isolada de outras montanhas. Dentre as montanhas com mais de 2500m do maciço de Itatiaia, esta é a que está localizada mais ao oeste.

A primeira vez que subi ela foi em 01/04/1996. A rota normal segue a partir da área do Hotel Alsene, por uma trilha larga paralela a estrada. Esse caminho aos poucos começa a tomar rumo norte e contornar a montanha. Então, deve-se sair do caminho principal e subir diretamente em direção a montanha, buscando uma trilha (não muito clara) que leva ao cume.


*****


Morro da Antena 2585m (Serra da Mantiqueira-Itatiaia, RJ)

Como o próprio nome já diz, este é o morro onde está localizada a grande antena que está próxima da guarita de entrada do Parque.
Há uma estrada que sobe até a antena que está no topo do morro. Esta é a estrada mais alta do Brasil.


*****


Alto da Serra Negra 2572m (Serra Negra, MG)

Esta extensa montanha, é o ponto mais alto da Serra Negra. Está localizada na extremidade norte do maciço de Itatiaia e um pouco isolada das demais montanhas do maciço.
Ela pode ser subida a partir da Travessia da Serra Negra.


*****


Morro Massena Noroeste 2565m (Serra do Itatiaia, MG/RJ)

Como o próprio nome diz, esta é a montanha que está imediatamente à noroeste do Morro Massena. Talvez exista um outro nome para ela, mas ainda não consegui descobrir. Próximo ao cume há um enorme totem de pedras empilhadas.

A primeira vez que subi o Massena Noroeste foi em 31/03/1996, pelo lado oeste da montanha. A partir do cume, descemos ao colo e então subimos o vizinho Morro Massena.


*****


Prateleiras 2548m (Serra das Prateleiras, RJ)

Certamente, esta é uma das montanhas mais bonitas e conhecidas do Parque Nacional de Itatiaia. Bastante frequentado, o Pico de Prateleiras é também cenário de diversas vias de escalada.

A primeira vez que subi Prateleiras foi em julho de 1991, pela via Norte (ou via do Cavalinho) e descendo pela via Sul (ou via do Pulo do Gato). Umas das escaladas mais clássicas de Itatiaia, e que dá acesso direto ao cume de Prateleiras, é a via Idalícios (IV A0), que sobe por uma fenda na face oeste da montanha.



Pico de Prateleiras 2548m


*****


Cabeça de Leoa (ou Falso Cabeça de Leão) 2483m (Serra do Marimbondo, RJ)

O nome deve-se à seguinte confusão: Esta montanha está assinalada erroneamente na carta 1:50000 do IBGE (carta “Agulhas Negras”) como Pedra Cabeça de Leão. Porém, o verdadeiro Cabeça de Leão está ao lado, à oeste, um pouco mais baixo.

A primeira vez que subi o Pico Cabeça de Leoa foi em 23/06/2000, durante a Travessia Rebouças-Serrinha. Subimos pelo noroeste e descemos pelo sudeste, em direção ao Pico do Gigante.


À esquerda está o Pico Cabeça de Leoa (2483m) e, à direita, mais abaixo, ao fundo, está o Pico do Gigante (2190m). Esta foto foi tirada próximo ao Pico Maromba Sul (2479m)


*****


Maromba Sul 2479m (Serra do Marimbondo, RJ)

Trata-se do cume sul do Pico Maromba. Não pode ser considerado uma montanha independente, e sim somente um cume anexo ao Pico Maromba. No entanto, é um importante ponto de referência na Travessia Rebouças-Serrinha, onde pode-se escolher entre ir para o Pico Cabeça de Leão ou seguir diretamente ao Cabeça de Leoa.

A primeira vez que passei pelo Maromba Sul foi em 23/06/2000, durante a Travessia Rebouças-Serrinha.


*****


Pedra Assentada (ou Pedra Sentada) 2453m (Serra das Prateleiras, RJ)

Localizada à leste de Prateleiras, trata-se de uma pedra de forma arredondada, equilibrada sobre um morro de blocos de pedra. É um ponto clássico de Itatiaia, onde, em seu cume, há um livro para registro das ascensões.

A primeira vez que escalei a Pedra Assentada foi em 18/04/1998. A aproximação deve ser feita a partir da Pedra da Maçã, na base das Prateleiras. Seguindo a trilha, subindo e passando por uma série de blocos, chega-se à base da via. Então, sobe-se até a pedra por uma rampa de II grau. E, passando um lance de Vsup, chega-se ao topo.


*****


Cabeça de Leão 2430m (Serra do Marimbondo, RJ)

A Pedra Cabeça de Leão é uma montanha com dois cumes, de aproximadamente mesma altitude: o Cume Oeste e o Cume Leste.

A primeira vez que subi esta montanha foi em 07/09/2000, fazendo a Travessia Rebouças-Serrinha. Viemos desde o Maromba Sul, subimos os dois cumes do Cabeça de Leão e, então, seguimos rumo ao Cabeça de Leoa.


*****


Gigante 2190m (Serra do Alambari, RJ)

Esta belíssima montanha, com enormes paredes de rocha, está situada na extremidade sudeste do maciço de Itatiaia. Em seu cume pouco frequentado, há um livro para registro das ascensões.

Subi o Pico do Gigante pela primeira vez em 23/06/2000, durante a Travessia Rebouças-Serrinha, vindo desde a parte alta do parque. O trecho final de acesso ao cume é feito pela aresta oeste da montanha, pois as outras faces são paredes de rocha. Para descer, baixamos do cume também pela aresta oeste e, em seguida, dobramos à direita, contornando a parede da face norte. A partir daí deve-se seguir pela longa crista que desce em direção ao bairro da Serrinha.
Para maiores informações sobre os Picos do Gigante e do Ovo e sobre a Travessia Rebouças-Serrinha, veja o link a seguir:
Pico do Gigante e Pico do Ovo - O Lado Esquecido de Itatiaia



*****


Ovo 2085m (Serra do Alambari, RJ)

Esta fantástica montanha tem este nome devido a pedra de forma arredondada em seu cume. Está situada na extremidade sudeste do maciço de Itatiaia, numa área de difícil acesso. É pouquíssimo frequentada.

Subi o Pico do Ovo pela primeira vez em 24/09/2000, abrindo uma trilha desde o Gigante. Para maiores detalhes sobre essa caminhada, veja o link a seguir:
Pico do Gigante e Pico do Ovo - O Lado Esquecido de Itatiaia


Pico do Ovo (2085m) à esquerda, e Pico do Gigante (2190m) à direita.


*****


Pedra do Picu 2050m (Serra do Picu, MG)

O Picu é uma linda rocha, com um formato que lembra uma nadadeira de tubarão. Está situado na extremidade noroeste do maciço de Itatiaia.

A primeira vez que escalei o Picu foi em 13/09/1999. Fizemos o acesso até a montanha de carro: Desde a Garganta do Registro, descendo em direção a Itamonte, um pouco antes de chegar na cidade, deve-se pegar uma estrada de terra que sai para a direita. Após um longo trajeto, chega-se no final da estradinha. Aí deixamos o carro e começamos a caminhar em direção ao Picu, passando por uma fazenda, entre pastos e plantações. Mais acima, entramos na mata e seguimos por uma trilha (não tão clara) até a base da pedra. Escalamos pela "Via do Naval", que se inicia no lado norte da pedra. A primeira enfiada faz uma travessia para a esquerda. E a segunda enfiada já atravessa para a face leste, por onde a escalada continua, em mais duas enfiadas, até o cume. O crux é de Vsup, mas pode ser passado em A0 também.


Pedra do Picu (2050m), vista do final da travessia da Serra Fina.

13 comentários:

  1. Olá Roberto !

    Muito legal este artigo ... os pontos de vistas variados deu um novo olhar do maciço pra mim ... o Planalto é demais !

    Valeuuu

    ResponderExcluir
  2. Olá Roberto, parabéns pelo blog
    Está uma beleza. Muito bem feito, com a atenção que a natureza merece.
    Passear palo seu blog é como caminhar pelas Serras o parque do Itatiaia.
    Obrigado
    Osvaldo

    ResponderExcluir
  3. Valeu pelos enormes elogios!
    A beleza de Itatiaia fala por si... Não é necessário muito esforço para fazer belas imagens. É um lugar mágico!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Roberto

    Sou frequentador assiduo de Itatiaia e o seu blog me deu dicas preciosas de points menos conhecidos do Parque.
    Parabens pelo trabalho , ótimo blog

    abç

    ResponderExcluir
  5. Opss
    Sorry fiquei como anonimo acima,
    Roberto voce poderia me dar mais dicas sobre a trilha a Pedra da Coroa ?
    Obrigado

    Nilton Ueda
    www.gpm.org.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Nilton, Legal saber que curtiu o blog!

    A Pedra da Coroa é pouquíssimo frequentada: não há uma trilha muito clara.
    O caminho é o mesmo da Via Sul de Agulhas: ou seja, contornando a grande parede que há na parte "da direita" das Agulhas. É um labirinto de blocos, um verdadeiro trepa-pedras, sem ganhar tanta altura. Após contornar Agulhas deve-se então subir em direção ao colo entre Agulhas e a Coroa. E aí deve-se seguir em direção a Coroa, buscando o melhor caminho entre os blocos.
    Talvez seja uma boa opção fazer um reconhecimento antes, subindo a Via Sul de Agulhas. E numa outra ocasião fazer o passeio completo: Coroa + Via Sul de Agulhas.
    É uma lindíssima "escalaminhada"!

    Depois escreva aqui como foi.
    Beleza?
    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Ok Roberto

    Obrigado pelas dicas vou tentar chegar lá.
    Sou amigo do Kita do CAP .

    Abç

    uedasnil@yahoo.com.br
    www.gpm.org.br

    ResponderExcluir
  8. Muito legal o post de Itatiaia heim!!!
    Massa.
    Lógico que no seu post de Andradas pode colocar o "se carmiando em Andradas".
    Abrazo
    ToNTo

    ResponderExcluir
  9. esqueci de dizer, adicionei aqui seu blog na lista de blogs do meu. Abrazo

    ResponderExcluir
  10. Olá! Muito legal seu blog! Quem me indicou foi o Parofes. Também sou fã da região de Itatiaia e estivemos juntos lá (mais uma vez) esse feriado. Dê um passeio no meu blog (www.tacio.com.br) e se quiser adicione ele na lista de blogs no seu site - www.tacio.com.br/tacio/blog/atom.xml (no meu ainda não descobri como colocar essa listagem já que hospedo meu blog em servidor que não é do google).
    Abraços e boas escaladas!

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde Roberto

    Gostaria de saber se posso colocar suas informações no meu site(www.amigosdamontanha.com.br) indicando sua autoria? abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roberto, sim, pode colocar, informando por favor minha autoria e também um link do meu blog. Obrigado. Abs

      Excluir
  12. Bom dia! Parabéns pela página!!!

    Eu sou a Fátima da Absolut Adventure - Turismo Ecológico e de Aventura. Nosso site: www.absolutadventure.com.br

    Estamos iniciando nossas atividades e vamos trabalhar, entre outros locais, a região das Agulhas Negras onde vocês tem um artigo publicado no Blog.

    Estou entrando em contato com os blogs de viagem e gostaria, em primeiro lugar, de colocar o link da sua página na minha, para que possa mostrar como são os passeios por lá. Se me autorizar eu faço isso.

    Grata
    Fátima Morisson

    ResponderExcluir